Quando a campanha publicitária não tem escrúpulos

Há muito que a moda deixou de ser um ramo de coelhinhos fofinhos, nuvens de algodão doce e florestas encantadas. Antigamente, o que valia para uma peça ser comprada era o seu preço ou a sua beleza. Hoje, uma das coisas que mais vale para o consumidor é a propaganda de tal produto. E justamente para atrair mais consumidores, algumas empresas estão investindo pesado em propagandas, com o conceito de “Falem mal, mas falem mal dos nossos produtos”.        

Na mente de alguns grandes empreendedores, a propaganda politicamente correta, aquela com coelhinhos fofinhos, nuvens de algodão doce (sem mulheres semi nuas em cima, vide Katy Perry) e florestas encantadas não está com nada. O negócio é chocar. Ah, vamos colocar uma propaganda em circulação, que na foto é uma mulher prestes a ser estuprada! Não, vamos fazer um editorial na Vogue mostrando o desastre ecológico de vazamento de petróleo no mar, colocando as nossas modelos magérrimas e anoréxicas para simular pobres animais mortos se afogando ou morrendo na praia. Ah, que coisa sem graça! vamos lançar uma coleção de maquiagem com uma grife “chiquéeerrima” as custas de uma cidade onde todos os dias mulheres são mortas e estupradas. Que nada, as nossas macmaníacas nos adoram, no dia seguinte estarão usando o blush cor de sangue e o nosso esmalte com o nome da cidade. Imagina, né.

Vamos chocar, vamos fazer eles falarem mal, mas falarem de nós! Afinal, é tão inteligente ganhar dinheiro a custa de mulheres estupradas e desastres ecológicos!

A partir daí, as opiniões de dividem. Há quem diga que esse tipo de campanha publicitária é muito de mal gosto, que é horrível ganhar dinheiro a partir disso e etc. Eu li um depoimento muito interessante sobre a polêmica da Mac + Rodarte, feito por uma usuária do Facebook:

“me pergunto como americanos se sentiriam se a MAC lançasse uma ‘911 Collection’ com nomes como: Torres Gêmeas, Vôo 93, Al-Qaeda, Colisão e se suas cores fossem do cinza escuro ao vermelho sangue. Imaginem o anúncio: uma modelo,a típica loira americana, vestindo roupas de escritório, segurando uma caneca de café com sangue escorrendo pela testa”.

Não faz sentido?

Mas também existe aquele lado que não vê nada demais nisso, e que lamentam por não ter “aquela roupa baphonyka do editorial da Vogue ou o Blush cor de sangue bapho para dar um ar de saúde na bochecha”.

A questão é que as empresas, em sua maioria, não fazem esse tipo de propaganda para simplesmente mostrar a situação,mas sim para ganhos próprios. Ou vocês acham que a verdadeira intenção da Mac + Rodarte não era apenas vender maquiagem? Que a intenção do editorial da Vogue não era vender roupas? Lamento quebrar a redoma de cristal de alguns, mas nenhuma empresa faz campanhas assim apenas pela questão social. Vamos pensar. Para que, em começo de conversa, a Vogue fez o editorial Water and Oil? Para promover as roupas.Se não houvessem roupas, não existiria campanha. Simples. A mesma coisa com a MAC + Rodarte. Se não existisse o propósito de vender maquiagem, não existiria campanha.

As pessoas tem que sair da sua redoma de cristal de enxergar que nesse mundo o sistema que prevalece é o Capitalismo. Infelizmente, as empresas só querem seu lucro próprio. Até na linha Viva Glam existe isso, já que ela é feita para vender os produtos, com a campanha de doação de dinheiro para instituições de AIDS.Nada contra, acredito sim nas boas intenções das pessoas. Mas um dos maiores motivos foi vender o produto, não foi?

Digo as mesmas coisas para a marca de Lingerie Duloren.

Acredito que nada é por acaso, nada é originado no vácuo e acredito que tudo tem uma explicação. Nos resta saber se é boa ou má.

Anúncios

Sobre aandy82

Eu estou anonima, mas quem disse que vou ocultar meus pensamentos?
Esse post foi publicado em Beleza, Hipocrísia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s